Condescender

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Não gosto de condescender. O sr. joão pagou-me uma cerveja e contou-me umas coisas. Não condescendi. Não me espantou os 15 anos passados na pedreira dos húngaros e mais uma dezena de peripécias e passagens por bairros de lata. Foi honesto e mostrou-se grato por ainda me poder pagar uma cerveja e conseguir rir. Rir de si e rir da vida. Isso espantou-me. Há pessoas que se entregam à deriva quando as coisas estão mal, deixam-se levar. Há outras que explodem, que lutam, que agilizam. E há o sr. joão que vai levando, levando, levando, levando e vai-se levantando, levantando, levantando, levantando. Sem perder a postura digna que um sorriso transmite.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s